terça-feira, 15 de abril de 2014

la calma es una cosa de después que se quiere muchísimo en todos los ahoras fuertes

as janelas estão fechadas e a falta de cor é a cor da casa caminhando em cima do mar leve oscila oscila vibrando. as crianças não riem nem choram. as crianças não riem nem choram. as crianças fazem o que vem depois de rir e o que vem depois de chorar ao mesmo tempo ao mesmo tempo (e) sente-se no ar no ar que vai para cima uma cor chamada alívio cinzenta clara uma cor chamada alívio cinzenta clara sai dos narizes das crianças e dos cantos dos olhos e entra-lhes pela boquinha babada e semiaberta numa pausa muito comovente quando suspiraram em colcheias. são duas crianças e um espelho partido. uma das crianças tem um espaço que vai desde o olho ao ouvido e corta-lhe a bochecha. será vidro? não há nenhuma chance não há nenhuma chance e sabe bem não haver chance nenhuma e sabe bem não haver chance. o búzio faz o barulho de lá fora no sítio certo que é em cima da cadeira e deixa as crianças confiarem no frio distante e belo de lá fora confiarem no frio distante e belo de la fora das coisas que se montam das coisas que se montam e que são respostas por estarem montadas. dança dança dança dança dança a bonequinha que gira os flocos de neve azuis claros que caem da bola de vidro grosso e esverdeada olho de pirata mau mas que ninguém conhece. toca toca toca toca a música que também canta e canta assim: u mumentu dji cauma é estárr nu pácífico djipois dji terr pérdjidu á áuma nu précépíciu qui si chamá enórmi gálopi dá luá cáindo dais máguais da sinhora máneu. tátárárá máneu mãe dji sangui. lálá máneu não tem leitxi i embála embála djipois dji quási matárr. tárárátá é ái qui si ama beim. djipois dji quási matárr. por baixo do chão tenho a certeza que existe uma estrela espraiada que aquece sem arrefecer ou ferver que aquece sem arrefecer ou ferver uma cama que não existe mas que é mais cama do que as outras camas mas que é mais cama do que as outras camas porque é cama além e aquém de ser cama. mais cama do que as outras camas porque é cama em todo o lado. estará a criança sozinha? não se sabe mas adivinha-se que não porque alguém a deitou ali alguém pode ter fugido quem foge não deixa: fode: fode fode balão fode vai foder àquela estrela àquela estrela que independentemente de eu fugir de tu fugires de ele fugir de nós fugirmos de vós fugirdes de eles fugirem está ali ali ali ali espraiada e ninguém toca no que se espraia porque não alcança e o corpo não é uma estrela do céu e o corpo é uma estrela do mar esticado porque as estrelas do céu não têm cinco pontas são quanto muito potências de cinco, ninguém sabe de que número são o número das potências das pontas das as estrelas do céu e talvez a única estrela com definição seja a estrela do mar e a estrela que o corpo faz e que na areia vai-vem faz anjinho. o balanço é um mistério das entrelinhas das linhas das mãos do mundo que é forte e ninguém duvida da força do mundo porque toda a gente já viu que enterrar a cabeça no mar mata enterrar a cabeça na terra mata enterrar a cabeça no fogo mata e enterrar a cabeça no céu é morrer.

Sem comentários:

Enviar um comentário